10.11.13

Visão negativa de Dublin - Irlanda

Muitos leitores tem comentado que minha visão sobre Dublin é muito negativa. Que há muitas reclamações aqui no blog, que há muita informação negativa sobre a minha experiência na Irlanda e que isso acaba desistimulando quem pretende realizar um intercâmbio na Irlanda.
O fato é que, eu gosto de mostrar a vocês que, o intercâmbio nem sempre é um mar de rosas. De que também existem problemas no primeiro mundo, e de que há sim, dificuldade em ser um estrangeiro em outro país, principalmente se você busca por um emprego.
Porém, isso não desmerece a Irlanda, nem a Europa.

 Essas informações são necessários para vocês terem ideia de que, sim, desentendimentos e má comunicação na hora de relacionar-se com diferentes culturas podem acontecer. E sim, é difícil comunicar-se com pessoas de outras culturas, ainda mais se você não sabe falar inglês direito.

Isso não transforma a Irlanda num país pior, até por que existe xenofobia em qualquer lugar do mundo.
A Irlanda é um país lindo, com lugares lindos e super bacanas, com praias maravilhosas, lugares incríveis, com castelos irados e com pessoas de todas as partes do mundo que podem nos ensinar muito.

Porém, não vamos exagerar. No Reino Unido as cidades são maiores e tem mais coisas para se fazer. Dublin não chega aos pés de Londres (minha opinião). E não vamos pagar pau para os irlandeses. Muitos deles preferiam a Irlanda sem estrangeiros como era antigamente.

Acho no mínimo estranho quando dizem que os irlandeses são um povo maravilhoso, super amigável e que adora brasileiros. No mínimo, parece muito papo de agência de intercâmbio, pois assim como existem irlandeses bacanas, existem irlandeses preconceituosos. E cada um tem uma experiência diferente com pessoas diferentes. Temos que torcer para que pessoas legais apareçam em nossos caminhos no exterior.

Os europeus no geral são muito diferente dos brasileiros, e eu até criei um post falando sobre isso. Cliquem aqui para conferir.
Peço para que vocês não desaninem, e não pensem só coisas ruins sobre a Irlanda, afinal, existem muitas coisas boas!

Vejo vocês no próximo post.
Beijos

17 comentários:

  1. Acho que você tá precisando de homem.

    ResponderExcluir
  2. Nem sei porque perdi meu tempo lendo este texto. Garota, acho que vc teve dificuldades na Irlanda porque vc não sabe nem escrever direito, imagina arrumar um emprego. Que coisa chata.

    ResponderExcluir
  3. Super concordo com vc. não acho a irlanda nada d +. Os irlandeses são uns mal humorados do caramba. Um ou outro que eh simpático. o povo que vem pra cá e fica maravilhado com tudo, no mínimo deve ser um miserável no Brasil, pq não eh possível aceitar certas coisas aqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. miserável kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Martina e eh verdade. Bando de miseraveis que trabalham vendendo cursos falando que aqui é o melhor lugar do mundo. Esse pessoal era fudido no brasil e está apostando todas suas fichas para sobreviver em dublin. No meu caso que queria estudar apenas estou dando de cara com a nova serra pelada pros brazucas classe C.

      Excluir
  4. Martina vejo várias pessoas te criticando mas apesar de polêmica você não conta nenhuma mentira! eu vou mais além e pontuo 10 coisas negativas da irlanda sem precisar pensar muito!
    1 - patrões abusivos que pagam menos do mínimo a hora e os estrangeiros sedentos por um emprego aceitam e trabalham de forma ilegal e muitas vezes até imoral.
    2 - Falta de oportunidades de emprego, tronando mais que um prêmio para quem está trabalhando certinho, 40h semanais, mínimo por hora, registrado no pps, sem precisar virar madrugada com horários malucos e ainda tendo a chance de curtir seus finais de semana.
    2 - aur pairs de todos os lugares do mundo sendo maltratadas e humilhadas de todas as formas possíveis tendo que cada dia engolirem seus orgulhos, já ouvi cada história de cair o queixo.
    3 - knackers, infelizmente é uma realidade sim e apesar da criminalidade na irlanda ser infinitamente menor que o brasil não podemos deixar de ressaltar mas se você tiver no lugar errado na hora errada VAI SER VOCÊ.
    4 - Xenofobia como em qualquer outro país.
    5 - Comunidade brasileira gigantesca o que dificulta o aprendizado do inglês, principalmente para quem vem sem falar nada, afinal você tende a inturmarse com quem você consegue conversar, logo, se você só sabe falar português você vai ficar perto de quem fala portguês, simples d+.
    6 - Unidades governamentais com exceção da imigração no momento de tirar o GNIB e pagar 300 euros não funcionam para estrangeiros
    7 - A embaixada brasileira só serve para fazer procuração, por que se você precisar de qualquer outro serviço ta fudido, tive um amigo que foi deportado por falta de attendance e antes passou três dias na cadeia pelo crime de "não ter ido a aula" e a embaixada nada fez para ajuda-lo, sendo que por lei ele deveria ter ficado no mínimo na área de trânsito do aeroporto até conseguir um voo, tirando os outros inúmeros casos.
    PS: É a única embaixada do mundo que funcionada das 10am até 1pm!
    8 - Um dos maiores percentuais de junkies da UE, principalmente usuários de heroína, e metanfetamina no qual o cara não dorme por 5 dias e no final fica com a pele cheia de edemas e cicatrizes parecendo um zumbi.
    10 - O próprio brasileiro, que sai do brasil para ter a oportunidade de imersão em outra cultura e fazer uma expansão da mente, mas infelizmente acaba vivendo o brasil na europa e acabam perdendo a oportunidade de conhecerem outras pessoas e costumes, isso os que são honestos por que se quiser falar mais ainda tem aquela parte da comunidade que rouba e faz trambique com os próprios brasileiros! desde valor de aluguel até empréstimo de dinheiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O item 10 eu concordo...

      Eu acredito que quem mais reclama é quem menos faz na pratica.

      1- Qual o seu nivel de ingles para exigir um bom emprego? Voce estudou ou foi atras?
      2- Qual a sua especializacao ou skill que te diferenciam dos outros.. Alem de muitos brasileiros voce tem que ser melhor que os poloneses, italianos, romenos. Entao tem que ter algo a mais.
      3- A galera que vem pra viver o Brasil por aqui nao merece nem ser comentado.. Ridiculo.. Se for pra ficar nessa que ficasse no Brasil.
      4- Junkie no brasil? Nos chamamos de cracolandia..
      5- No Brasil nao tem xenofobia? Pergunte para os medicos cubanos.
      6- Se o seu visto é de ESTUDANTE, e voce nao vai pra aula, nao justifica voce continuar no pais.

      Todo mundo tem o direito de gostar ou nao do seu intercambio , de acordo com a sua experiencia. Acredito que realmente nao é um mar de rosas, mas depende da sua capacidade. A verdade que quem vem passar ferias aqui se fo**. A vida exige comprometimento como em qlq lugar do mundo..

      Se fizer tudo certo sera recompensado com essa terra generosa..

      Excluir
    2. O item 10 eu concordo...

      Eu acredito que quem mais reclama é quem menos faz na pratica.

      1- Qual o seu nivel de ingles para exigir um bom emprego? Voce estudou ou foi atras?
      2- Qual a sua especializacao ou skill que te diferenciam dos outros.. Alem de muitos brasileiros voce tem que ser melhor que os poloneses, italianos, romenos. Entao tem que ter algo a mais.
      3- A galera que vem pra viver o Brasil por aqui nao merece nem ser comentado.. Ridiculo.. Se for pra ficar nessa que ficasse no Brasil.
      4- Junkie no brasil? Nos chamamos de cracolandia..
      5- No Brasil nao tem xenofobia? Pergunte para os medicos cubanos.
      6- Se o seu visto é de ESTUDANTE, e voce nao vai pra aula, nao justifica voce continuar no pais.

      Todo mundo tem o direito de gostar ou nao do seu intercambio , de acordo com a sua experiencia. Acredito que realmente nao é um mar de rosas, mas depende da sua capacidade. A verdade que quem vem passar ferias aqui se fo**. A vida exige comprometimento como em qlq lugar do mundo..

      Se fizer tudo certo sera recompensado com essa terra generosa..

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Se voce só fala com brasileiros é porque voce quer,
      se vc só vai pra balada que só tem brasileiros é porque vc quer.
      Existe menos de 15 mil brasileiros em Dublin para uma populaçao de quase 600 mil, se só acha brasileiro pra conversar, tenta sair um pouco do centro da cidade (que é onde 90% dos brasileiros moram) ou se tiver dificil volta pro Brasil e faz ccaa ou algo do tipo.
      E ainda acha q o governo da Irlanda ta com falta de oportunidades de emprego, cara tem países que como estrangeiro voce nao pode nem trabalhar, eles ja te dao essa oportunidade e reclama, se vc nao arruma emprego, talvez é porque nao tem capacidade o suficiente pra ele,ou ingles, ou experiencia. Nos sites tem empregos todos os dias, mas se voce nao corre atras ou nao tem as habilidades necessarias, sinto muito, porque eles nao tem o dever de contratar alguem que nem sabe se comunicar com eles.
      Entao resumindo, se voce nao tem ingles e quer fazer um intercambio, lute, corra atras de trabalhar, ter novas experiencias, mas se voce sabe que seu ingles pode atrapalhar um pouco na hora de um emprego, tente vir com dinheiro pra se sustentar ate o momento que vc tenha as habilidades necessarias pra conseguir um. (Se nao tem ingles e precisa trabalhar e é seu sonho,corra atras,tem empregos que contratam com pouco ingles,mas nao reclame sobre as qualidades do emprego)

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Parabens Martina. Vivo aqui a 8 anos e posso confirmar que tudo que voce falou e verdade. Como em todo lugar do mundo nao sao todas as pessoas que sao boas.

    ResponderExcluir
  7. Em grande parte concordo com a Martina, só não é a 100% porque ainda não conheci um irlandês antipático. Mas ainda só passaram 2 meses!
    Quanto a emprego aqui, não está fácil não. Eu mando cv para tudo o que é lugar, fora e dentro da minha área, mantenho contacto com recrutadores mas até agora as respostas não têm sido nada animadoras. Nem sempre basta saber fazer alguma coisa para arrumar logo emprego, como alguns aqui dizem. E eu não falo por falar, eu sou portuguesa e casada com um brasileiro por isso tenho uma boa noção das 2 realidades e acreditem que aqui não está muito melhor.
    Mas enfim... até agora não tenho muita razão de queixa, simplesmente quero um emprego! :P
    Martina continue escrevendo, criticando e mostrando o seu ponto de vista de tudo sendo sempre verdadeira, pois haverá sempre quem fale mal e critique mas também há quem leia os seus textos e saiba ser imparcial e entender que tudo depende do ponto de vista e experiência de cada um.
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não tá facil pra ninguém né? nem quem tem cidadania europeia.
      o melhor desse blog, é que ele nunca mente :D rere

      Excluir
  8. Um intercâmbio ser bom ou ruim depende de você, assim como a vida. Se queremos que ela seja boa, FAZEMOS isso, pois ninguém faz por nós.
    Consegui um emprego no meu segundo mês, com nível de inglês elementary.. Tenho um patrão excelente, trabalho com pessoas excelentes (todas irishs aliás) e não pagam menos que o minimo. Sou muito bem tratada, convivo com muitos Brasileiros, minha sala de aula só tem Brasileiros.. e o meu inglês está evoluindo muito, como minha professora mesmo diz. E sabe por quê? Porque estudo, corro atrás e vivo as coisas boas ao invés de ficar lamentado por bobeiras.. Vida miserável é quem faz esse tipo de coisa. Infeliz? Vá embora.. Tenho certeza que achará lugares melhores. E não esqueça de dizer as pessoas que sua experiência é ruim porque VOCÊ fez com que fosse.. pois, Brasileiros em todo lugar, pessoas sem educação.. existe em todo lugar, e não é esse tipo de coisas que você pode usar para dar sua opinião sobre um País. ;)

    ResponderExcluir
  9. Dublin é uma merda. Esqueçam!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...